Pular para o conteúdo principal

Postagens

Livro Gauchismo Líquido vem aí!

Postagens recentes

O hino rio-grandense é racista?

  Reflexões sobre o hino rio-grandense motivadas pela manifestação de vereadores de Porto Alegre que em sua cerimônia de posse no dia 1º de janeiro de 2021 não cantaram em protesto aos versos que dizem "povo que não tem virtude acaba por ser escravo". Conheça outras versões do hino rio-grandense cantadas antes da letra de Francisco Pinto da Fontoura ser oficializada. A primeira letra feita para ser o hino da República Rio-Grandense, teve a autoria do Capitão Farroupilha Serafim Joaquim de Alencastre:  No horizonte Rio-grandense se divisa a divindade,  extasiada em prazer,  dando viva à liberdade.  Coro ...  Da gostosa liberdade brilha entre nós o clarão; da constância e da coragem eis aí o galardão. Avante ó povo brioso nunca mais retrogradar,  porque atrás fica o abismo que ameaça vos tragar.  Coro ...  Salve o vinte de setembro dia grato  e soberano dos heróis continentistas, ao povo republicano.  Coro ... Salve, ó dia venturoso risonho  Trinta de Abril, que aos corações pa

podcast Gauchismo Líquido ep. 1 mulheres do Rio Grande do Sul

O primeiro episódio da série 'mulheres do Rio Grande do Sul' traz algumas reflexões sobre o tema de gênero e cultura no estado, pensando sobre o ideal feminino construído ao longo dos séculos e suas problematizações pelos movimentos feministas a partir da segunda metade do século XX .  Esse episódio inagura a série que contempla o conhecimento das mulheres, abrindo para os próximos episódios onde traremos convidadas para discutir uma expressão, a poesia, a pesquisa e a criação.  Disponível em Spotify/gauchismoliquido e Youtube/ClarissaFerreira Gauchismo Líquido é criado por Clarissa Ferreira @violinovioleta.  Gravado em @estudiomochila.  Projeto viabilizado pelo FAC Digital RS